Ex candidata a vereadora é presa por trafico de maconha.

Campo Grande(MS) – Cidadã de  Aral Moreira, distante  364 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai, foi presa hoje (7/02) por policiais do  DOF (Departamento de Operações de Fronteira) acusada de envolvimento com um carregamento de 850 quilos de maconha. Trata se de Cacia Bedin dos Santos Ruiz, 27, foi candidata à vereadora pelo Partido da República na eleição do ano passado, e  recebeu 44 votos e não conseguiu se eleger. Na página do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Cacia aparece como comerciante. O  tema da  campanha  foi “Em defesa da saúde dos jovens”. Cacia fez parte da coligação que apoiou o atual prefeito de Aral Moreira, Alexandrino Garcia (PR).

 

A jovem estava  em um Fiat Uno vermelho e segundo a polícia fazia o trabalho de batedora para a carga de maconha que estava em uma caminhonete S10 branca. Flávio Ramires, 27, que seguia em outro Uno, cor cinza, também foi preso. De acordo com o DOF, o comboio seguia por uma estrada vicinal  de Laguna Carapã. Os dois batedores foram presos, mas o motorista  da caminhonete com a droga jogou a S10 no mato e fugiu. Cacia confessou que atuava como batedora do carregamento de maconha. Os dois estão  foram  autuados em flagrante.

 

Da redação

foto Adalberto Domingos / DOF.