HPV aumenta os riscos de câncer de boca e garganta entre os jovens.

Há alguns anos, os diagnósticos de câncer de boca e garganta eram quase que exclusivamente detectados em pacientes acima de 50 anos. Atualmente, esse cenário está diferente: a contaminação está menor entre os adultos e cresceu entre os jovens, chegando em até 40%, segundo dados do Hospital Oncológico A.C.Camargo Cancer Center.

 

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), esse tipo de câncer é o quinto que mais atinge homens brasileiros, somente atrás dos de próstata, traqueia, brônquio e pulmão, cólon e reto e estômago.

 

Da redação 

Foto Divulgação.