OUÇA: Cientista prevê segundo turno em Campo Grande; Eleitor está apático na escolha de vereador e prefeito.

Campo Grande(MS) – Daniel Estevão Ramos de Miranda, do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal,  Doutor em Ciência Políticas,  disse a Rádio Educativa da Universidade Federal na manhã de  segunda feira, sobre a dificuldade da  escolha do eleitor que em Campo Grande, que tem 15 postulantes a prefeitura. E sem um nome de destaque a exemplo da eleição de 2012. Para Daniel Miranda,  a quantidade de candidatos força a realização do segundo turno.O excesso de candidatos, atrapalha e o  discurso fica repetitivo e não atrai o eleitor. A escolha de vereador ou vereadora tem ligação de proximidade. Daniel Miranda, detalha.

 

O professor reafirma que a comunidade está desanimada por causa dos escândalos envolvendo políticos no mau uso do dinheiro público. E a renovação da Câmara de vereadores será por causa de medidas do poder judiciário. As mudanças da Justiça Eleitoral favorecem quem já esta na casa de leis da capital. Daniel Miranda complementa.Para o professor, hoje,  os debates não decidem eleição. Sobre as pesquisas,  os dados não são conferidos. E  os métodos são os mesmos em todas as coletas…Ouvimos o cientista Politico, Daniel Estevão Ramos de Miranda, do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal.

 

Da redação

Foto Divulgação.