Ribas e Pedro Gomes ficam sem repasse do FPM de Março.

Campo Grande(MS) – Dívidas  Previdenciárias podem ser motivos pelas quais duas cidades não receberam repasse do Fundo de Participação dos Município, FPM relacionado ao mês de Março deste ano. São elas, Pedro Gomes e Ribas do Rio Pardo. Os casos mais alarmante ocorre nos que não receberam nenhum repasse decendial do FPM.

 

O mês de março apresentou um acréscimo bastante expressivo nas retenções em 100% em relação ao mês de fevereiro. Isso acontece devido a uma queda de 59,50% nos repasses referente aos primeiros decêndios de fevereiro para março, o que facilita a retenção total dos repasses. Em 90 dias, os números comprovam que mais de 1.400 municípios tiveram algum percentual  de repasse do FPM retido.  Os municípios que mais são impactados com as retenções são os considerados de pequeno porte com até 50 mil habitantes que normalmente possuem o FPM como sua maior fonte de receita. Esta situação intensifica ainda mais a crise que já está instaurada nos Municípios. Os prefeitos de Ribas e Pedro Gomes não anunciaram os motivos do não repasse.

Da redação

Foto; Radio 90 FM