Federal diz que vereador comandava agiotagem em Ladário.

Campo Grande(MS) – A Polícia Federal de Corumbá, concluiu a Operação Anatocismus, em  que o vereador Eurípedes Zaurizio (PTB), 44 anos preso na manhã de terça-feira (24), comandava agiotagem que explorava pessoas de baixa renda, muitos deles beneficiários do Programa Bolsa Família. Ele foi o vereador mais votado em Ladário, distante 435 quilômetros de Campo Grande, nas últimas eleições.

Para o jornal Diário Online,  o delegado,  Ricardo Rodrigues  Gonçalves explicou que o vereador é indiciado por agiotagem e retenção de documentos pessoais em continuidade delitiva, já que ficou comprovada a prática de corrupção eleitoral ativa, que seria a compra de votos, e a falsidade ideológica eleitoral, conhecida como caixa 2. Embora não consistisse fraude ao Bolsa Família, porque o próprio beneficiário colocava à disposição o valor, ele desvirtuava as finalidades do programa. Certamente gerou maior endividamento das famílias, explica Ricardo. Segundo a Federal um assessor do prefeito fazia os contatos com as famílias que recebia empréstimos do vereador e ficava com os cartões das vítimas. As investigações somaram 90 dias. O vereador, Eurípedes Zaurizio deve ser transferido para prisão em Campo Grande.  Com informações do Diário On Line

 

Da redação

Foto. Divulgação.