OUÇA: Frigorífico JBS anuncia encerramento das atividades em Coxim

Campo Grande (MS)- O frigorífico JBS encerrou as atividades no dia primeiro de fevereiro em Coxim. Com isso, 210  postos de trabalho foram desligados.  A JBS informou que ofertou a transferência das vagas para outras unidades no Estado mas não publicou quantos trabalhadores
aceitaram a transferência.

O  prefeito de Coxim, Aluizio São José (PSB), que tentou intermediar o não fechamento do frigorífico, comenta sobre o motivo de encerramento da empresa. 

SONORA

Em nota, o grupo alegou que o contrato de sublocação da unidade encerrou e não houve acordo com a locatária, no caso a River Alimentos Ltda. Logo, não foi possível chegar a um acordo que permitisse a manutenção da operação em Coxim, explicou a empresa. O prefeito adianta, em entrevista a TV Morena, que pretende ampliar o diálogo para buscar a reabertura da planta ou outra alternativa.

SONORA

A JBS divulgou, em comunicado, que não vai deixar de comprar a produção pecuária de produtores da região de Coxim. A empresa encerrou no dia primeiro, o funcionamento do frigorífico que mantinha na cidade desde abril de 2012. O grupo ainda mantém em Mato Grosso do Sul unidades em Cassilândia e duas em Campo Grande, que têm condições de absorverem as 450 cabeças que eram abatidas em Coxim.