Policia prende cocaína pura que seria destinada a facção.

Campo Grande(MS) – Trabalho em conjunto de policiais civis do SIG (Serviço de Investigações Gerais) e do NRI (Núcleo Regional de Inteligência) resultou na apreensão de 605 gramas de cocaína pura que estava amarrada junto ao corpo de Maria Ovando Alvarenga, 36, moradora no bairro Tremembé, em Coronel Sapucaia, na fronteira entre Brasil e o Paraguai.A suspeita é que o entorpecente teria sido encomendado por membros de uma facção criminosa que atua nos presídios brasileiros e seria utilizado para abastecer bocas de fumo do município.De acordo com as informações apuradas peloDourados News, as equipes receberam a informações sobre o tráfico e abordaram a mulher no cruzamento das ruas Camilo Ermelindo da Silva com a Onofre Pereira de Matos, região central.

 

Durante vistoria, os policiais encontraram a cocaína e questionada, a suspeita confirmou ter sido contratada para trazer a droga da cidade onde mora até Dourados. Segundo o delegado do SIG, Matheus Zampieri, por se tratar de cocaína pura, as porções apreendidas poderiam chegar, após mistura, a 2 quilos e o preço de comercialização nas bocas é de aproximadamente R$ 10, alcançando quantia total de R$ 20 mil. Ainda conforme o delegado, as recentes apreensões de entorpecentes realizadas entre o SIG e NRI, são para abastecer pontos de comercialização na cidade. 

 

Da redação

Foto Dourados News.