MPF denuncia ex quatro deputados federais por "farra nas passagens"

Campo Grande(MS) – De  443 parlamentares constam na lista de denunciados, conforme divulgado pelo site Congresso em Foco na quarta-feira (2/11).Quatro são  ex-deputados federais do Estado  denunciados no MPF (Ministério Público Federal) sob suspeita de usar, de forma indevida, a cota de passagens aéreas que tinham direito. Antônio Carlos Biffi (PT), presidente estadual do Partido dos Trabalhadores; Antônio Cruz (PSDB), que exerceu mandato a partir de 2006 e eleito este ano vereador em Campo Grande; Murilo Zauith (PSB), atualmente prefeito de Dourados; e Pedro Pedrossian Filho (PMB), que este ano disputou e perdeu a Prefeitura da Capital. 

Contra os parlamentares há a denúncia de peculato, cuja pena varia de dois a 12 anos de prisão, caso sejam condenados. O caso ficou conhecido em 2009 como a “farra das passagens”. Mas,  não há detalhes específicos de como os ex-deptuados teriam usados as passagens. Somente que o uso teria sido de forma irregular. O Congresso em Foco informa que a relação de ex-deputados suspeitos foi dividida em 52 denúncias. Elas deverão ser analisadas pelo desembargador Olindo Menezes, do TRF 1 (Tribunal Regional Eleitoral da 1ª Região), que aceitará ou rejeitará o pedido do MPF. Se ele aceitar, os 443 denunciados se tornarão réus e passarão a responder a ações penais. Nessa etapa, eles serão chamados a dar explicações e se defender das acusações. Só, então, os políticos poderão ser julgados. Até o momento os ex deputado Federais ainda não responderam as acusações da denuncia.

Da redação.

Foto Divulgação.