Ex prefeito Douglas é preso por causa de armas sem documentação em Anastácio.

Campo Grande(MS) – O Ministério Público de Mato Grosso do Sul, através do  Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO/MPMS) e com o apoio da Corregedoria-Geral da Polícia Militar, cumpre  dois mandados de prisão temporária e três mandados de busca e apreensão,   em de Anastácio e Aquidauana. O ex-prefeito de Anastácio, Douglas Figueiredo (PSDB) foi preso na manhã de sexta-feira (17) durante operação que apura a morte do ex-vereador Dinho Vital. A casa dele foi alvo de mandado de busca e apreensão.

Em  vistorias os agentes  encontraram duas armas tipo carabinas, sendo uma de calibre 38 e outra calibre 22, sem numeração e marca aparente, além de uma pistola marca Taurus, modelo 19 calibre 9mm, com um carregador e quatorze munições marca CBC intactas. 

Douglas e dois PMs são investigados e   são alvos de busca e apreensão tem  para  “coletar provas relativas à prática do crime de homicídio qualificado, por meio da apreensão de vestígios físicos ou digitais e anda  em cadernos, agendas, anotações avulsas, extratos, dispositivos eletrônicos, servidores, redes ou serviços de armazenamento em nuvem de qualquer espécie, quando houver suspeita que contenham material probatório relevante para as investigações”, conforme avaliação judicial. 

Da redação

foto Divulgação Assessoria MPE