Ouça; Brasil é referência na Assistência de Banco de leite materno

Campo Grande(MS) – Uma iniciativa em que o Brasil é vanguarda tem se mostrado ao longo dos anos fundamental para suprir a demanda por leite materno, já que nem sempre as mães conseguem amamentar, e ajudar a reduzir a mortalidade infantil. São os bancos de leite materno, que englobam ações de coleta, processamento e distribuição, além de atendimento para apoio e orientação ao aleitamento.

O tema é tão importante que, para estimular a participação, em 2015 foi instituído o Dia Mundial de Doação de Leite Humano, comemorado em 19 de maio. A celebração, realizada em todo o país, também tem como objetivo divulgar os bancos de leite humano nos estados e municípios.

O Brasil tem a maior e mais complexa rede de bancos de leite humano do mundo, sendo referência internacional por utilizar ferramentas que aliam baixo custo e alta qualidade e tecnologia. São 222 centros em todos os estados e, ainda, 217 postos de coleta.  Este ano, a celebração da data tem como tema “Amor em cada gota doada, vida em cada gota recebida”. Dhiego Monteiro é pessoa transmasculina e conhece bem este ato de amor. As filhas estão internadas pois nasceram prematuras e recebem doações de leite de um banco.

A consultora de amamentação Veronica Linder resolveu embarcar nessa experiência. Ela foi doadora de leite humano por seis meses, e conta que tomou a decisão quando descobriu que muitos bancos ficavam vazios. Ajudar a salvar vidas, para ela, foi gratificante. Conforme os dados oficiais mais recentes, somente em março foram quase 16 mil doadoras em todo o país, mais de 18 mil receptores e 20.158 litros de leite coletados. Com informações da Rádio Agência Nacional.

Da redação