Ouça; Tem gente que quer vaga na câmara sem ter voto, diz Carlão.

Campo Grande(MS) – A explicação é do presidente da Casa Legislativa de campo Grande, Carlos Augusto Borges o Carlão, ele disse que fez o pedido ao suplente Dr Livio dentro do que estabelece o regime interno da Casa.

O vereador Clodoilson Pires defende que, o suplente convocado deveria possar posse e depois seria feito o questionamento jurídico partidário. A exemplo do que aconteceu na Assembleia Legislativa de São Paulo

O 5° suplente da vaga deixada por Cláudio Jordão de Almeida Serra Filho (PSDB), Wellington de Oliveira, o delegado Wellington (PSDB), ingressou na quinta-feira (16) como terceiro interessado no mandado de segurança protocolado pelo 8° suplente, Gian Sandim (PSDB), que alega que a cadeira é do partido tucano. O delegado explica  que  está na frente na linha de sucessão.