Federação de Futebol passa por investigação do Gaeco

Campo Grande(MS) – A movimentação foi confirmada pela Assessoria de Imprensa do  Ministério Público de Mato Grosso do Sul, e é do  Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO), realizada nesta  terça-feira (21/05). Os agentes  cumpriram  sete mandados de prisão e 14 de busca e apreensão,  em  Campo Grande, Dourados e Três Lagoas.

Foram apreendidos durante a operação o montante de R$ 800 mil. Os desvios, segundo o Gaeco chegam a mais de R$ 6 milhões.
O trabalho da polícia é no sentido de  “desbaratar organização criminosa voltada à prática de peculato e demais delitos correlatos, no âmbito da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul – FFMS.

Da redação